INFLUENCERS ACUMULAM MILHÕES DE SEGUIDORES APOSTANDO NO HUMOR COTIDIANO

guilherme 28 de dezembro de 2020 Nenhum comentário

INFLUENCERS ACUMULAM MILHÕES DE SEGUIDORES APOSTANDO NO HUMOR COTIDIANO

Uma nova forma de consumir humor surgiu nas redes neste ano. Sai a piada longa e contextualizada, e entra a comédia do dia a dia. Em vídeos de apenas 15 segundos, que, muitas vezes, têm apenas fundo musical e dizeres nas imagens, produtores de conteúdo apostam no imediatismo e em histórias simples para atrair milhões de seguidores.

Metrópoles conversou com Isaias Silva, Camilla de Lucas, Pequena Lo e Vittor Fernando. Fenômenos nas redes sociais, eles viram seus vídeos bem humorados alcançarem números impressionantes durante o período de isolamento social.

O mineiro Isaias Silva, 21 anos, notou a mudança no modo de fazer comédia. Ele aposta no humor cotidiano e, nos últimos meses, viu suas redes crescerem com os vídeos que produz. Atualmente, ele tem quase 5 milhões de seguidores no Instagram.

“Não é a mesma coisa dos anos 2000, hoje a galera consome mais o humor rápido: entra no Instagram, vê um vídeo de 15 segundos, se distrai e volta a fazer outras coisas. Em poucos segundos a gente entrega uma risada e a pessoa já sai feliz para o trabalho, o curso ou escola”, ressalta

Isaias se tornou conhecido nas redes com personagens autorais e de fácil identificação. A Rayane é a mais famosa, caricata, usa uma blusa de poá e peruca vermelha. “Já virou marca registrada”, diz. Entre os comentários dos fãs é possível ver alguns que já pedem o figurino até para usar como fantasia de carnaval. Além dela, a mãe, com uma toalha na cabeça, é bem aclamada pelo público.

A carioca Camilla de Lucas, 26 anos, já se dedicava às redes sociais profissionalmente desde 2017, mas foi neste ano que ela viu seus seguidores no Instagram dispararem de 600 mil para quase 3 milhões. Além de quase 2 milhões no YouTube, 1,6 milhão no TikTok e mais de 300 mil no Twitter.

“Fiquei muito surpresa quando vi o engajamento subindo, várias pessoas comentando, incluindo famosos. Levei um susto! (risos). Até hoje é difícil de acreditar, mas estou muito feliz!”, vibra. A criadora do “saindo de fininho” viralizou ao levar para o público situações que todo mundo consegue se identificar.

“Para mim, o humor é algo natural, faz parte de quem eu sou. E eu tento representar ali situações que eu passo e observo, ou que pessoas próximas a mim também passam e me contam. Acho que isso prende, porque mostra um conteúdo mais leve e espontâneo para as pessoas”, explica.

Lorrane Silva, mais conhecida como Pequena Lo, se tornou um fenômeno, acumula 2,4 milhões de seguidores no Instagram e já fez parceiras com diversos famosos. Aos 24 anos, Lo assume que começou apenas por lazer, mas logo precisou conciliar a produção de conteúdo à sua profissão de formação, a psicologia.

“Desde os meus 30 mil seguidores, eu já tinha procura de empresas na minha cidade local, mas meus conteúdos passaram a ser uma forma de ganhar dinheiro, definitivamente, a partir do momento em que comecei a ter esse crescimento enorme durante a pandemia”, relata a mineira.

Além de levar alegria aos seguidores, Lorrane, que é uma pessoa com deficiência (PCD), fala sobre o sentimento de gerar identificação a muitos outros.

“Em um vídeo retratando uma festa por exemplo, tem humor ali, mas ao mesmo tempo mostro que nós, PCDs, mesmo tendo uma condição física diferente, também frequentamos esses lugares. Meus vídeos levam a identificação para todas as pessoas, de diferentes idades, condições físicas, etc”, revela a humorista, que tem o sonho de ser atriz e ter o próprio talk show.

Foi no TikTok que Vittor Fernando, de 26 anos, viu seus vídeos viralizarem também durante a pandemia. Por lá, ele tem 4 milhões de seguidores, e no Instagram outros quase 2 milhões. O paulista é ator e já estrelou em peças da Broadway no país, como os sucessos musicais Billy Elliot e Peter Pan.

“Por eu ter começado a criar conteúdo em meio a quarentena, retratei situações do dia a dia. Eu só não sabia que muitas pessoas se identificariam, e acho que é justamente essa a graça. As pessoas olharem e pensarem ‘eu já passei por isso’”, acredita o influencer.

Os vídeos de Vittor tem uma característica praticamente só dele, um filtro de voz e face que os seguidores já adotaram como oficial. “As pessoas já se acostumaram tanto com meus personagens de filtro que quando eu apareço sem é como se eu estivesse com (risos)! Não me lembro de ter parado e pensado ‘vou criar um personagem com o filtro’, eles simplesmente foram nascendo”, explicou.

Fonte: Metrópolis